Conheça tecnologias simples e baratas que foram desenhadas para melhorar a experiência de pessoas com deficiência na EaD

As estatísticas apontam que mais de 45 milhões de brasileiros possuem algum tipo de deficiência. O preconceito e a falta de políticas de inclusão favoreceu que por muito tempo essa parcela da população fosse praticamente excluída do acesso à educação.

Mas esse cenário está mudando e as ações EaD que você promove podem ser agentes de mudanças positivas na sociedade.

Ao oferecer rotinas de estudo que podem ser acessadas de qualquer computador conectado à internet, a EaD se apresenta como meio de levar ensino de qualidade àqueles que possuem alguma limitação física ou mental.

Esse formato proporciona maior autonomia no processo de formação, pois o aluno poderá desenvolver suas atividades em locais adequados às suas necessidades, evitando os transtornos do deslocamento, um dos principais empecilhos para o processo de formação das pessoas com deficiência.

Tecnologia inclusiva

No âmbito da educação, muito tem sido discutido com relação à inclusão, mas como suas ações EaD podem auxiliar nesse processo? A tecnologia é uma das principais aliadas para possibilitar que alunos com deficiência deem continuidade à formação, em seus diversos níveis.

O termo tecnologia assertiva é utilizado para identificar os recursos e serviços que contribuem para proporcionar ou ampliar as habilidades das pessoas com deficiência, com vistas a garantir a autonomia e inserção nos diversos âmbitos sociais.

Compreender a importância de utilizar a tecnologia em prol da inclusão é fundamental. Você pode adotar ações simples para facilitar a inclusão na EaD, como os exemplos a seguir:

• Manter sites e plataformas virtuais de aprendizagem compatíveis com sistemas de leitura por voz;

• Ter um layout que possibilite maximizar o tamanho da fonte;

• Desenvolver materiais didáticos que atendam às especificidades dos alunos com deficiência;

• Oferecer capacitação permanente para a equipe de professores e tutores online, que preferencialmente devem ter domínio da Língua Brasileira de Sinais (Libras).

• Organizar uma biblioteca digital com acervo que possa ser acessado pelos alunos, evitando deslocamentos.

Softwares e auxiliares

Há diversas ferramentas e aplicativos que podem auxiliar alunos com deficiência no processo de aprendizagem. Suas instalações devem estar munidas com esses dispositivos e a equipe de professores e tutores podem orientar futuros alunos sobre formas de utilizá-los em seu processo formativo sem gastar muito.

Confira a seguir alguns desses recursos:

Teclado em braile:

permite que pessoas com baixa visão digitem textos.

Monitor tátil:

possibilita acessar os recursos do computador com o toque, o que pode facilitar o acesso a quem tem dificuldades motoras leves.

Mouse ocular:

sistema que permite a utilização do computador a partir da movimentação da retina, o que permite o acesso por pessoas com paralisias graves.

Impressora em braile:

imprime documentos que podem ser lidos por quem domina essa linguagem.

Dosvox: software gratuito que garante a utilização do computador por deficientes visuais a partir de comandos de voz.

Virtual Vision: programa gratuito de leitura de tela que transforma textos em voz.

Motrix: software gratuito que permite que pessoas com deficiências motoras graves acessem microcomputadores. O sistema é acionado por comandos de voz.

Braille Fácil: programa gratuito que transforma textos e gráficos para o padrão de impressão em braile.

Vlibras: software distribuído gratuitamente que mantém um sistema de tradução para Libras.

Registros de Preços

Agilize o seu processo de compras. Conheça as nossas

Atas de Registro de Preços para Ensino a Distância.

Obrigado!

Enviamos a ata para o seu e-mail. Qualque dúvida fale conosco.

Registros de Preços

Agilize o seu processo de compras. Conheça as nossas

Atas de Registro de Preços para Ensino a Distância.

Obrigado!

Enviamos a ata para o seu e-mail. Qualque dúvida fale conosco.